Cadastre-see receba
informações exclusivas

Notícias

Previsões: quais tecnologias triunfarão em 2016?

Fonte: Expansion (Espanha) - dez 2015

Previsões: quais tecnologias triunfarão em 2016?

Sempre que se aproxima o final de um ano,  as apostas para sabermos o que vai acontecer a seguir são um clássico. A Samsung já fez suas apostas.

Se alguma coisa é clara para a Samsung é que 2016 será um ano de mudança tecnológica. Com base nos pareceres de peritos em Inovação do Centro de Design da Samsung em Londres, a empresa diz que "será o ano em que o domínio digital estará cada vez mais aplicado ao mundo físico em nossas casas e em nossas ruas. Estas novas tendências serão ainda mais impulsionadas pela geração mais jovem de consumidores, que também exige que as empresas sejam socialmente responsáveis ​​".

Estas são as previsões da Samsung:

Internet dos sentidos e das emoções

Aumentar a velocidade e a qualidade da Internet  favorece a criação de novas aplicações e serviços. Além de melhorar os serviços táteis, a Samsung está comprometida com um movimento em direção a uma tecnologia de som surround mais emocional e sensorial que vai ajudar a melhorar as nossas experiências diárias de maneiras novas e relevantes.

Na verdade, "estamos agora à beira de uma mudança fundamental nas expectativas dos consumidores sobre suas interações com a tecnologia, a partir de objetos que têm uma função ou finalidade, em particular produtos e serviços genuinamente inteligentes que estão plenamente integrados na nossa vida diária ", diz Camille Hammerer, diretora da Trend Lab Experience, a SDE.

Grande aposta na realidade virtual

Com o seu próprio dispositivo wereable, o Samsung Gear VR, a empresa coreana insiste no uso desses dispositivos de realidade virtual e suas possibilidades na vida cotidiana. É verdade, estes óculos VR já são utilizados no setor do turismo e até mesmo em automação comercial, por isso  é razoável pensar que a realidade virtual continuará se estabelecendo comercialmente no mundo

Com a economia digital em expansão, passamos a perceber como se está implementando o uso desta tecnologia no mercado imobiliário, ou seja, no processo de compra de casas, e vemos que esta não é a única indústria presa ao passado que começa a se modernizar graças a realidade virtual. De acordo com a Samsung, "a realidade virtual oferece-nos a possibilidade de estar ainda mais perto das experiências do mundo real, de modo que cada vez são mais difusas  as fronteiras entre ambientes físicos e digitais"

Tudo será “inteligente”

Cidade inteligente, casa inteligente ou carro inteligente. A previsão para 2016 é avançar na digitalização de praticamente tudo ao nosso redor para transformá-los em chamadas "coisas inteligentes".

Na verdade, de acordo com a Strategy Analytics, 18% dos domicílios no Reino Unido vão utilizar algum tipo de tecnologia de casa inteligente no próximo ano para controlar a casa através do telefone móvel. Hubs e aplicativos para monitorar, controlar, garantir a segurança e conectar nossas casas estarão cada vez mais presentes no decorrer de 2016.

Além disso, ainda de acordo com a Samsung, o carro autônomo continuará seu rápido avanço. "Os carros sem condutor já não são coisa de ficção científica, mas oferecem uma promessa muito real de estradas mais seguras e uma redução significativa no tráfego", diz Camille Hammerer. "Nós ainda estamos no início de um longo caminho, mas o investimento de grandes empresas está acelerando o processo."

A chave: os Millennials

A nova geração de jovens totalmente conectados representa um novo desafio para as empresas. Os chamados  “Millennials ", que estão exigindo das empresas adaptação em seus processos e até mesmo em seus produtos de linha para criar uma economia com maior consciência social."

De acordo com a Samsung, é necessário apostar nas ideias coletivas e  no “crowdfunding” para financiar estas ideias, além de estar consciente da importância da formação  destes jovens “digitais” na área de TIC.

"Com a melhoria na  velocidade e na taxa de dados e englobando a opinião atual dos Millennials, as comunidades online continuarão a exercer uma maior influência na resposta aos desafios sociais. As campanhas éticas e o “crowdfunding” vão com certeza ser grandes agentes de influencia" diz Hammerer.

Últimas Notícias

Carregar Mais

Aureside na Imprensa

"Casa do futuro com jeitinho brasileiro" - O Estado de SP (out 2017)

"Casa Inteligente: o futuro já chegou" - Folha de Londrina (set 2017)

"O que oferecem as casas inteligentes?" - O Estado de SP (set 2017)

"Casa inteligente já é uma realidade" - O Globo (mai de 2017)

"O Trabalho no Futuro" - TV Novo Tempo (mai 2017)

Carregar Mais